otoplastiaEtapa 1 – Anestesia

A otoplastia pode ser realizada sob anestesia local (associada ou não a sedação intravenosa) ou geral. Em crianças, muitas vezes, opta-se pela anestesia geral para maior conforto. Adultos, geralmente, são operados com anestesia local.

Etapa 2 – A incisão

A correção de orelhas em abano usa técnicas cirúrgicas para criar ou aumentar o anti-hélice (apenas dentro da borda da orelha) e para reduzir a cartilagem da concha (a concavidade maior e mais profunda do ouvido externo). As incisões para otoplastia são, geralmente, feitas atrás da orelha. Quando incisões são necessárias na parte da frente da orelha, as mesmas são feitas nas suas dobras para escondê-las. Internamente, sutura não removível é usada para criar e fixar a cartilagem recém moldada.

Passo 3 – Fechando as incisões

Pontos externos fecham as incisões. As técnicas são individualizadas, tomando cuidado para não deformar as demais estruturas.

Etapa 4 – Resultados

A otoplastia oferece resultados quase imediatos em casos de orelhas em abano, tão logo os curativos que sustentam o novo formato da orelha sejam removidos. Com a orelha permanentemente posicionada próxima à cabeça, as cicatrizes cirúrgicas são escondidas atrás da orelha ou em suas dobras naturais.